Abrantes

 

Abrantes é um distrito de Camaçari e antiga sede do município. Suas origens remontam à antiga aldeia do Espírito Santo de Ipitanga, estabelecida em 1558, uma das quatro primeiras povoações fundadas pelos jesuítas no Brasil para catequizar os índios.

Em 1624, com a Invasão Holandesa, a aldeia serviu de asilo ao bispo D. Marcos Teixeira e ao clero secular da Diocese de São Salvador da Bahia.

Em 27 de setembro de 1758, a aldeia foi elevada à categoria de vila, com o nome de Vila Nova de Abrantes.

A histórica Igreja do Divino Espírito Santo, em Abrantes, foi certamente fundada no século 16, pois os jesuítas logo construíam suas igrejas nas aldeias que fundavam. O templo atual, entretanto, pode ser do século 17, já que a Aldeia foi reconstituída, em 1641, e remodelada em 1689.

 

◄ Camaçari

Vila Abrantes

Copyright © Guia Geográfico - Vila Histórica em Camaçari BA, patrimônio histórico.

 

A Villa de Abrantes da Comarca do Norte  representada em gravura de 1792, por Domingos Alves Branco Moniz Barreto, escriturário da contadoria geral da Junta da Real Fazenda da Capitania da Bahia (original no Arquivo Histórico Ultramarino, em Lisboa). Note a residência dos jesuítas em prédio anexo à Igreja (demolido em 1940). O desenho mostra a geometria da aldeia, em forma retangular, comum nas aldeias dos jesuítas da época.

Dunas

 

A histórica Igreja do Divino Espírito Santo, em Abrantes. Esse templo era parte das antigas instalações dos jesuítas, no local (ilustração abaixo). A construção ao lado foi demolida em 1940. Não se conhece a data de sua construção, mas sua arquitetura simples assemelha-se a outros templos de aldeias dos jesuítas dos séculos 16 e 17.

 

 

Abrantes

 

Trecho do complexo de dunas de Abrantes.

 

Turismo Camaçari

 

 

 

Abrantes

 

Foto: Diocese de Camaçari

 

 

 

Divulgação