Hansen Bahia ( 1915 -1978 )

 

Karl Heinz Hansen foi um marinheiro, escultor, pintor e cineasta alemão, nascido em Hamburgo, em 1915.

Após a Segunda Guerra Mundial, quando foi soldado, pintou sua cidade natal destruída pelos bombardeios. Depois fez ilustrações para histórias infantis e suas primeiras xilogravuras.

Em 1950, emigrou para o Brasil e começou a trabalhar como ilustrador na editora Melhoramentos, em São Paulo.

Em 1955, foi para a Bahia onde fez uma exposição na antiga Galeria Oxumaré. Estabeleceu-se em Salvador onde continuou seu trabalho como ilustrador.

Retornou à Alemanha em 1959, onde trabalhou em seu atelier no castelo Tittmoning. Foi para a Etiópia, em 1963, e ajudou a estabelecer a Escola de Belas Artes.

Em 1966, retornou a Salvador. Naturalizou-se e adotou o nome artístico de Hansen Bahia. No ano seguinte, passou a ensinar artes gráficas da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia. Em 1970, mudou-se para São Felix, no Recôncavo Baiano, onde morou até a sua morte, em 1978.

Deixou, por testamento, suas obras para a Fundação Hansen Bahia, em Cachoeira. Cinco anos depois, também faleceu sua esposa Ilse Hanser, que doou a Fazenda Santa Bárbara, em São Felix.

O artista fez ilustrações para obras suas e de Jorge Amado, Castro Alves, François Villon, Bertolt Brecht e outros.

 

Bahia

Fundação Hansen Bahia

 

Copyright © Guia Geográfico - Cachoeira, Recôncavo, Biografia

 

Uma das xilogravuras de Hansen Bahia para a republicação de Navio Negreiro de Castro Alves (1960).

 

Navio Negreiro

 

Acima, Via Crucis do Pelourinho, xilogravura, 1967.

À direita, Cidade após Bombardeio, ilustração de Hansen Bahia após a Segunda Guerra Mundial.

 

Auto-retrato em xilogravura, 1955.

 

Via Crucis

 

Hansen Bahia

 

Instalações da Fundação Hansen Bahia na cidade de Cachoeira. O local abriga uma museu do artista alemão.

 

Pintura

 

 

Cachoeira BA

 

 

 

 

Divulgação